Seleção de Lixo

Seleção ou triagem é o ato de separar materiais de diferentes características químicas.

A reciclagem deve ser precedida de uma seleção ou triagem de materiais, para uma posterior coleta seletiva adequada.

Classificação de triagem:

- na fonte, pelo gerador (população) com posterior coleta seletiva e envio a usinas de triagem, cooperativas de catadores ou indústrias recicladoras (produtos com mais qualidade);
- em usinas após a coleta normal e transporte de lixo, em usinas de triagem (produtos com menos qualidade).
Importância da triagem
- a coleta pode ser feita de forma mais adequada;
- os produtos são selecionados com uma maior qualidade.

Especificação das cores

Metais – amarelo
Plástico – vermelho
Vidro – verde
Papel - azul

Coleta seletiva de lixo: "a coleta seletiva consiste na separação, na própria fonte geradora, dos componentes que podem ser recuperados, mediante um acondicionamento distinto para cada componente ou grupo de componentes". (cempre-manual de gerenciamento integrado do lixo).

Considerações

Existe um confronto de idéias no sentido da terminologia usada para Seleção de Lixo (triagem), Coleta Seletiva e reciclagem, pelo qual geralmente descrevem como sendo a mesma coisa, mas existe uma grande diferença entre eles, mas não quer dizer que uma não dependa da outra ou que formem uma sequencia de processos.

Então: Seleção de lixo é o ato de separar materiais diferentes potencialmente reciclaveis ou reutilizáveis, Coleta Seletiva é o ato de se coletar separadamente espécies de materiais, Reciclagem é a transformação de um material já utilizado em outro igual ou de qualidade inferior.

A COLETA SELETIVA ESTÁ BASEADA NO TRIPÉ:

Tecnologia: para efetuar a coleta, separação e reciclagem.
Informação: para motivar o público alvo.
Mercado: para absorção do material recuperado.

Aspectos desfavoráveis da coleta seletiva:

- o maior custo nos ítens coletados é o transporte. Este custo é muito maior do que a da coleta convencional;
- mesmo com a segregação na fonte geradora há a necessidade de um centro de triagem onde os recicláveis são separados por tipo.

Aspectos favoráveis da coleta seletiva:

- qualidade dos materiais recuperados é boa, quando recolhido na fonte geradora, uma vez que estes estão menos contaminados pelos outros materiais presentes no lixo;
- estimula a cidadania, a participação popular reforça o espírito comunitário;
- permite maior flexibilidade, uma vez que pode ser feita em pequena escala e ampliada gradativa;
- permite parcerias com catadores, empresas, associações ecológicas, escolas, sucateiros etc.;
- redução do volume do lixo a ser tratado ou a ser disposto em aterros sanitários.

Formação da cooperativa

É necessário que se atendam 3 aspectos; infra-estrutura, mão-de-obra e documentação legal.

Infra-estrutura: galpão para recebimento dos materiais recicláveis; equipamentos como: balanças, prensas e carrinhos.

Mão-de-obra: de modo geral, os cooperados não têm vínculo empregatício com a cooperativa. Os cooperados são portanto, trabalhadores autonômos, que recebem de acordo com a quantidade de material coletado ou em razão da receita obtida pela cooperativa, rateada em partes iguais entre seus membros.

Documentação legal: com a ajuda de um advogado, os cooperados devem elaborar um estatuto que contenha todas as normas de administração que vão reger a cooperativa. A lei exige número mínimo de 20 pessoas para se montar uma cooperativa. Também é necessária a inscrição da entidade junto a prefeitura. Finalmente, as cooperativas também são tributadas, pagando ICMS e IPTU.

Fonte: Comlurb - Rio de Janeiro

Leia também:

Coleta seletiva do lixo - a implantação

Coleta seletiva de lixo - a maneira inteligente de preservar o meio ambiente

CONTATOS

Fornecedores
Condomínios
Consultores
Outros assuntos

DESTAQUES

Gestão Condominial
Manutenção
Convivência
Saúde

INFORMAÇÕES

Privacidade
Condições de uso
Avisos importantes
Procon-RJ

SITE SEGURO

SSL

PORTAL DOS CONDOMÍNIOS e sua
logomarca estão registrados no INPI.
Todos os direitos estão reservados.
Nós gostamos de respeitar as Leis !
Não reproduza nosso conteúdo, total ou
parcialmente, sem a nossa autorização.

TAGS:
CONDOMINIOS, ASSOCIACAO DE MORADORES, COTACAO, COTACOES, CONDOMINIAL, CONDOMINOS,
PREDIOS, EDIFICIOS, SINDICOS, IMOVEL, IMOVEIS, GESTAO, APARTAMENTOS, CASAS,
FORNECEDORES, CONSULTORES, PRODUTOS, SERVIÇOS, ANUNCIANTES.