Coleta seletiva de lixo

A maneira inteligente de preservar o meio ambiente

Cada morador gera cerca de 1 kg de lixo por dia. O Rio de Janeiro, por exemplo, com mais de 11 milhões e meio de habitantes, esgotou a capacidade do aterro sanitário de Gramacho. Ele foi desativado e substituído, a partir de 2012, pelo aterro sanitário de Seropédica, destino do lixo recolhido pelos caminhões da Comlurb, a empresa municipal de limpeza urbana.

O lado triste desta notícia é que 60% de todo o lixo descartado ainda são representados por materiais recicláveis - embalagens pós-consumo de papelão, ferro, alumínio, vidro - que poderiam ter voltado ao seu ciclo de vida, transformando-se em nova embalagem ou novo produto, se todos os habitantes adotassem a coleta seletiva de lixo em suas residências. E mais: de acordo com o portal de notícias G1 Rio de 21/05/2016, “a coleta seletiva de resíduos na cidade do Rio de Janeiro alcança 1,2% de todos os materiais recicláveis, de acordo com a Comlurb. De acordo com reportagem do RJTV, são apenas 17 caminhões envolvidos na operação. Juntos, eles recolhem 63 toneladas de recicláveis por dia.”

Quando o lixo reciclável é misturado ao lixo comum, estes materiais, principalmente os papéis, ficam contaminados e impróprios para a reciclagem.

A única solução é SE-PA-RAR o lixo comum do lixo reciclável na fonte geradora: as próprias residências.

Basta uma pequena mudança de hábito: colocar dois cestos, um para o lixo comum ou molhado, outro para o lixo reciclável, ou seco.

O próximo passo é colocar estes lixos separados no compartimento do andar, para que a equipe de limpeza faça o recolhimento separadamente. Simples, prático e rápido.

Uma vez separado e armazenado no depósito final, o material reciclável está pronto para ser vendido para uma empresa sucateira ou doado a uma cooperativa.

TODO MUNDO GANHA

O aterro sanitário recebe apenas o lixo comum e orgânico, aumentando sua vida útil.

O meio ambiente é preservado da extração de recursos naturais.

O condomínio fica mais limpo.

Os moradores dão exemplo de cidadania e respeito à Natureza.

Os sucateiros e cooperativas geram mais empregos.

SEPARAR O LIXO É LEI!

A Lei Municipal de Limpeza Urbana nº 4.969, de 3 de dezembro de 2008, tornou obrigatória a separação do lixo comum e do lixo reciclável em todos os condomínios residenciais do Rio de Janeiro, sob pena de multa que varia de R$500,00 a R$2.000,00.

E a Lei Federal Nº 12.305 de 02/08/2010, que institui a política de resíduos sólidos, obriga a separação do lixo reciclável, sob pena de multa.

Se depender dos moradores da maioria dos grandes condomínios na Barra da Tijuca, São Conrado e Recreio dos Bandeirantes, ninguém vai pagar multa por causa do lixo reciclável. Desde 1999, o Instituto Ambientalista Reviverde, através de um projeto de educação ambiental que envolve síndicos, administradores, moradores, empregadas domésticas e funcionários dos prédios, vem implantando o sistema de Coleta Seletiva de Lixo em condomínios residenciais, comerciais, shoppings, clubes e escolas.

Através de palestras com vídeos, cartazes e circulares, a equipe do Reviverde orienta todas as pessoas envolvidas neste processo sobre a diferença do lixo comum e do reciclável, realizando um trabalho de conscientização sobre a importância da separação dos dois tipos de resíduos, que serão encaminhados para seus destinos corretos.

O PASSO A PASSO

Após avaliar o sistema de coleta de lixo, o Instituto Reviverde aponta as mudanças necessárias para o descarte do lixo nos compartimento dos andares, organiza o armazenamento e separação no depósito final, realiza o treinamento da equipe de limpeza e encaminha um caminhão de empresa sucateira, que passará a fazer semanalmente a coleta, em dia e horário determinados.

A boa notícia é que este lixo é um luxo: com o dinheiro arrecadado na venda, a Administração consegue uma receita extra, que pode ser revertida para a equipe de limpeza em forma de cesta básica, distribuição do dinheiro ou uma festa ao final do ano.

Um edifício de 120 apartamentos representa cerca de 2 toneladas de materiais recicláveis por mês.

Só nos condomínios onde o Instituto Reviverde implantou a coleta seletiva de lixo nos últimos anos (são mais de 100) este projeto vem contribuindo com mais de 200 toneladas mensais de materiais recicláveis que são destinados ao seu destino correto - a reciclagem.

Conheça mais sobre o Instituto Ambientalista Reviverde. Acesse: www.reviverde.org.br. Tels: (21) 2431-2050 / (21) 98772-2300.

Leia também:

Coleta seletiva do lixo - a implantação

Seleção do lixo

CONTATOS

Fornecedores
Condomínios
Consultores
Outros assuntos

DESTAQUES

Gestão Condominial
Manutenção
Convivência
Saúde

INFORMAÇÕES

Privacidade
Condições de uso
Avisos importantes
Procon-RJ

SITE SEGURO

SSL

PORTAL DOS CONDOMÍNIOS e sua
logomarca estão registrados no INPI.
Todos os direitos estão reservados.
Nós gostamos de respeitar as Leis !
Não reproduza nosso conteúdo, total ou
parcialmente, sem a nossa autorização.

TAGS:
CONDOMINIOS, ASSOCIACAO DE MORADORES, COTACAO, COTACOES, CONDOMINIAL, CONDOMINOS,
PREDIOS, EDIFICIOS, SINDICOS, IMOVEL, IMOVEIS, GESTAO, APARTAMENTOS, CASAS,
FORNECEDORES, CONSULTORES, PRODUTOS, SERVIÇOS, ANUNCIANTES.